Design Ideas Logo
Vulpes [Brazil]

Vulpes [Brazil]

Alexya Vieira
April 6, 2021
No Comments

Vulpes é o personagem de um Storytteling de marca, onde pode ser aplicado em vários setores do mercado criativo.



Inicialmente eu iria fazer um design de cartões de visita com uns selos ilustrados com animais de Mongólia.


A raposa Vulpes surgiu a partir da ideia de reproduzir algum animal existente em Mongólia (selos ilustrados) e não muito distante disso cheguei na vulpes vulpes, a famosa raposa vermelha. Estudei um pouco sobre a personalidade de vulpes vulpes e pensei em uma narrativa criativa para ser aplicada em qualquer marca que considerasse inovação e criatividade mas também simplicidade.

Com a pré-definição da logo sendo Vulpes, pensei que se aplicaria à algo relacionado a "V" Visão! Então decidi que seria uma marca de óculos e logo me veio a cabeça a sugestão do Slogan "o mundo vê com Vulpes, você não?" e após transformar Vulpes em uma marca de óculos clichê, rapidamente pensei que ela poderia ser uma raposa muito visionária e pouco sofisticada para uma marca de óculos, nem se fosse a marca com os óculos mais estilosos de Mongólia! Ainda assim a primeira ideia não conseguiria absorver toda a criatividade rápida e simples de Vulpes para registrar no primeiro momento. Resolvi deixar o personagem em aberto para uma proposta futura.

E com isso comecei a criar Vulpes com triângulos e o circulo ao redor que representa movimento, testei cores e cheguei na tradicional raposa vermelha. Reformei os ângulos e consegui ver diversos cenários, no momento das Patterns não precisei pensar muito, raposa+olhos, triângulos com as esferas fechadas sendo os olhos de Vulpes de cada lado para resultar movimento.

A escolha da Tipografia também foi uma alma gêmea, Regular e com o arco que lembra o enquadramento da cabeça de Vulpes.






Eu aprendi a importância de uma narrativa criativa no momento de criar alguma coisa, não basta ter a ideia. Se adequar, testar e se transformar junto com a ideia, no final, com certeza resulta uma satisfação relevante com as expectativas.

O Projeto se encontra em aberto para adaptações e aquisição.

Alexya Vieira

Em 2020 minhas primeiras experiências em design com micro empreendedores e pequenos negócios me abriu as portas para continuar a minha jornada aprendiz. Gosto de lembrar de quando eu era uma criança curiosa e não muito tempo depois me tornei uma confusão a partir de minhas próprias ideias.

Ver o mundo com os olhos que tenho hoje com certeza me tornou uma pessoa mais audaciosa e pensante quanto as implementações de novas ideias a partir daquilo que já existe. A arte é atemporal! Assim como a maioria das histórias que gosto de contar a partir dessa palavra intemporal.

Aos 16 anos vivenciei módulos e processos de Audiovisual nas escolas de Artes e Projetos independentes de Fortaleza/CE no Nordeste, onde descobri que matar as tardes de sábado indo as aulas extras de teatro, artesanato e rádio que ninguém queria saber. De forma alguma eu perdia alguma coisa! Os sábados sem essas aulas eram sábados tediosos e de acúmulo de criatividade.

Nessa mesma época eu me recordo das tintas velhas de tecido que ganhei de minha bizavó e folhas recicladas que meu pai trazia da fábrica na qual ele trabalhava. As tintas eram em 3 cores vibrantes, eu gostava de fazer vários rabiscos aleatórios do que vinha na mente e em seguida colava os desenhos na parede da área de casa. Em algumas semanas eu consegui preencher toda a parede da área onde podia ser vista do portão de fora, e em uma tarde haviam umas senhoras no portão, admiradas com a tamanha façanha de uma criança. Tenho a rasa memória de que fui cumprimenta-las com um boa tarde e logo em seguida corri tímida para dentro de casa com um sorriso dizendo "mamãe tem umas senhoras lá fora, elas são as minhas primeiras clientes, com certeza vão querer uma arte minha um dia".

Atualmente sou artista visual, mãe e idealizadora do projeto Inventiva, minha primeira experiência partilhada sobre experimentações fotográficas e conteúdos de minha autoria. Logo em seguida registrei o meu trabalho de designer como Inventive.

Compartilhar minha criação e vivência da mesma é como viver a vida registrando qualquer ato de luz evidente, o que criamos e imaginamos que somos faz parte de algo muito maior. Não é apenas sobre a minha existência mas também da matéria geral. Objetos, ambientes, pessoas, e tudo aquilo que envolve cor, formas, histórias, ângulos, sombras e percepção.

São possibilidades circulares infinitas, o mundo muda todos os dias e a matéria também.

Leave a Reply

Your email address will not be published.